Profissionais de Saúde
Esqueci minha senha cadastre-se
  • Home » Biotecnologia - Planta de Biotecnologia Anaeróbicos

    O Cristália inaugurou, em 2014, a primeira Planta de Biotecnologia Anaeróbicos do País. A planta é dedicada à produção de um complexo enzimático, que faz parte da composição de uma pomada de uso tópico, denominado colagenase. Esta pomada é utilizada no tratamento de feridas, úlceras, queimaduras, tendo a enzima como agente debridante do tecido necrótico, pois atua na clivagem do colágeno e facilita o processo e a qualidade da cicatrização.

    Fabricando no País em vez de importar

    Em 30 de outubro de 2014, o Laboratório Cristália conquistou o CBPF (Certificado de Boas Práticas de Fabricação) para Insumos Farmacêuticos Ativos Biológicos, concedido à Planta de Biotecnologia Anaeróbicos, instalada no Complexo Industrial de Itapira (SP). Nessa planta é produzido o IFA colagenase, desenvolvido verticalmente pelo laboratório com pesquisa científica 100% brasileira. Até o estabelecimento da produção nacional, os princípios ativos utilizados na produção de pomadas à base dessa enzima eram importados, tornando o País dependente de fornecedores estrangeiros.

    A enzima colagenase é produzida por um número reduzido de laboratórios localizados fora do País a partir de uma bactéria anaeróbica (que vive em ambiente sem oxigênio) chamada Clostridium histolyticum, que pode ser encontrada em amostras de determinados tipos de solo. Com intenso investimento em pesquisa e desenvolvimento, os cientistas do Cristália decidiram produzir a enzima a partir de uma cepa isolada a partir de amostras coletadas em uma propriedade rural localizad a em Espírito Santo do Pinhal, no interior de São Paulo. O objeto dessa pesquisa foi avaliado e aprovado pelo CGEN (Conselho de Gestão do Patrimônio Genético) para exploração comercial em consonância com a legislação nacional de acesso à biodiversidade.